O retrô é um clássico

Por: Motorino
2 comentários

Não tem volta, ou melhor, tem sim! Justamente a volta é tendência que se tornou um clássico. O retrô não é moda e muito menos passageira, é um estilo definido e cá entre nós, lindo. Se o design de um objeto continua agradando através dos tempos, é porque virou clássico.

Na decoração diversos itens do passado ainda são produzidos e devem continuar presentes no futuro. O retrô é charmoso e nostálgico, traz emoção aos objetos e dá uma aura familiar e aconchegante.Os móveis com pé palito são um clássico e com certeza fazem parte da memória afetiva de boa parte das pessoas. Eles surgiram como futuristas e agora são atualíssimos.


Um ambiente com uma luminária icônica, a Emeralite, dá um toque de elegância ao escritório ou canto de leitura. Seu nome vem da junção de esmeralda com luz, ela teve suas primeiras unidades produzidas em 1909 e seguem marcando presença em lojas de decoração mais de 100 anos depois.


O retrô que faz história é assim, permanece. 
Como as clássicas scooters italianas do pós segunda guerra. Seu inconfundível e charmoso design continuam encantando gerações. A carenagem das scooters Motorino tem o mesmo desenho tradicional e nostálgico mas a mecânica é adaptada aos novos tempos. União da comodidade da modernidade com o bom gosto dos anos dourados.

fonte imagem:
https://www.osvaldoantiguidades.com.br/historia-dos-moveis-pes-palito-classico-vintage/

Comentários

2 respostas para “O retrô é um clássico”

  1. Gostei muito das retros mas o preço esta muito acima das outras marcas de moto.
    Se foce uns 10mil acho um preço justo daria 5mil e pagaria o restante no cartão.
    E teria que ter uma lei de não precisar de carta para dirigir uma destas.

    • Olá Vagner,
      Trabalhamos com modelos a partir de 125cc, que segundo o Código Nacional de Transito demandam de habilitação categoria A para serem pilotadas. A Motorino busca oferecer a melhor relação custo-benefício a nossos clientes, com praticidade e economia aliada ao charme e estilo dos clássicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.