Chat with us, powered by LiveChat

Carros da década de 50

No final da década de 40, o mundo ainda estava abalado com o final da Segunda Guerra Mundial. A Europa, além de mentalmente devastada, também estava economicamente arruinada. Os Estados Unidos e Canadá ao contrário, lucraram com a guerra e aproveitaram os avanços tecnológicos para impulsionar as atividades industriais. O setor automobilístico foi o que mais cresceu nos Estados Unidos nos anos 50. E produziu verdadeiras preciosidades sobre rodas.


EUA

O glamour estava no ar! Os anos eram dourados e a modernidade luxuosa estava disponível a quem pudesse pagar. 

Todo o entusiasmo dos novos tempos está simbolizado no design dos carros da década de 50. Exuberância e ousadia nas formas, cores fortes, o brilho do cromado… A grandiosidade dos automóveis refletia a prosperidade alcançada.

Como a demanda era grande – só de 1950 a 58 foram 42 milhões de carros a mais nas ruas dos EUA – a produção seguia em ritmo acelerado. E as inovações não paravam de surgir em verdadeiras obras de arte sobre quatro rodas. 

Buick Super, 1951

Cadillac Eldorado, 1953

Mercury Coupe 2 Portas, 1951

Mercury, 1954

Ford Hudson Hornet, 1952

Chevrolet 210, 1955

Pickup Chevrolet El Camino

EUROPA

O início da década de 50 na Europa foi bem diferente do vivido nos Estados Unidos. A Guerra aconteceu em seu continente, cidades foram bombardeadas, povos foram dizimados, as pessoas e a indústria estavam abaladas. O esforço conjunto, a união dos países europeus e incentivo como o Plano Marshall fez com que a indústria se recuperasse. Vejam algumas pérolas da indústria automobilística europeia na década de 50.

Mercedes-Benz 300SL Gullwing

Alfa Romeo Disco Volante

Porsche 356 Speedster

ITÁLIA

A Itália inovou e projetou as clássicas Lambretta e Vespa. Foi uma maneira de reiniciar a produção industrial e ao mesmo tempo proporcionar um meio de transporte barato. Ferdinando Innocenti já trabalhava com seu pai ferreiro e a longa experiência com tubos de aço serviu para criar, em 1947, a fábrica de motonetas no bairro de Lambrate em Milão. 

Ferdinando uniu-se ao engenheiro Pierluigi Torre que idealizou um veículo de baixo custo de produção, de manutenção e com proteção melhor do que uma motocicleta convencional para as mudanças climáticas como chuva, frio e neve. Esse veículo foi a Lambretta. Um de seus pontos fortes é a boa estabilidade devido ao baixo centro de gravidade proporcionado pelo motor próximo à roda traseira.


Imagens:
https://www.soqueriaterum.com.br/carros-americanos-da-decada-de-50/

https://www.classicshow.com.br/site/os-supercarros-europeus-dos-anos-50-parte-01/

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rua Nunes Machado, 1254 Rebouças - Curitiba - PR
(41) 3078-7008 | 99863-0255 | 99501-0268
contato@motorino.com.br
Rua Des. Motta, 2313 Batel - Curitiba - PR
(41) 99174-3445
atendimentoctba@motorino.com.br
Av. T 9, 1824, Qd. 537, lt. 13/14, lj. 3, Jd. América – Goiânia – GO
(62) 3642-1200 | 99421-8668
atendimentogo@motorino.com.br
©2008-2019 Motorino - Todos os direitos reservados. CNPJ: 12.755.059.0001-79 / Inscrição Estadual: 90537588-16
E-mail: contato@motorino.com.br | Fone: (41) 3078 7007 | Endereço: Rua Nunes Machado, 1254, Centro, Curitiba-PR
PROCONVE